Category Archives: Futebol

O meu testemunho em 6 capítulos

1 1980 foi um ano de fundação de caráter, o ano zero. Aprendi a ler e a escrever com a Tia Telma, no jardim da minha infância que hoje dá lugar a um prédio, alto, cinza e irrelevante. Eu já torcia pelo Flamengo em 1980. Quem me conhece sabe dessa minha capacidade estranha de recuperar […]

Minha avó e o Vasco

Quando a minha avó morreu, anos atrás, supus que diria algumas palavras durante o enterro. Imaginei que alguém da família me pediria algum depoimento bacana, dado que sou a eventuais poesias – junte uma personalidade cínica enclausurada num bom coração com as leituras certas na infância e você pode criar alguém que se acha escritor. […]

Eu acreditei

Saudações, deixem-me contar uma historinha, quase verídica. O ano era 1981. Precisamente dezembro daquele ano. O pequeno A. (não vamos citar nomes), torcedor do Flamengo desde a mais tenra das infâncias imemoriais, preparava-se para a grande decisão do mundial interclubes, em Tóquio. A campanha até ali tinha sido uma guerra. Batalhas épicas contra o timaço […]

Homem é tudo igual?

- Homem é tudo igual, pode estar com a mulher mais gostosa do mundo e mesmo assim vai procurar as putas! – exclamou, raivosa, uma das minhas esposas, diante da televisão. E assim, do nada, instalou-se aqui na minha cama uma polêmica ao estilo das tias do Mauro Rasi. Considerando, é claro, que, se fizessem […]

Vida de campeão é difícil

- Menino, você torce pra que time? – Flamengo. – Flamengo? Mas você torce pra time de preto? Eu travei este tipo de conversa várias vezes durante a minha vida de torcedor. Desde criança, aproveitam-se do meu time do coração para destilar o que há de pior na vida em sociedade. Piadas como “quando o […]

Uma seleção de amigas

A seleção feminina de futebol do Brasil une duas das minhas mais caras paixões e vícios: as mulheres e o futebol. Se o paraíso existir, imagino-me às suas portas, sendo recebido por uma anja mulata de fartas asas e grossas auréolas. E eu diria, timidamente: – Licença, minha morena – e a anja, bonachona: – […]