Category Archives: Esportes

O sonho olímpico sobre o gelo…

…realizado pela equipe sueca de curling, depois de uma final emocionante contra as anfitriãs canadenses. Eu me pergunto, como não se apaixonar por alguém que se chama “Anette Norberg”?

Em 2016

Em 2016, as crianças desse ENEM fraudado vão estar formadas e gerenciando projetos. Cuide bem das nossas crianças, um dia elas podem demitir você. Por outro lado, em 2016, muitos dos nossos twitteiros mais assíduos estarão perseguindo empregos temporários gerados pelos jogos olímpicos. Utilizarão seus talentos de “social networking” para conseguir algum. Muitos de nós […]

O Poder

Eu poderia começar este texto dizendo que tenho atração pelas mulheres poderosas. Mas não é exatamente a expressão singular da verdade, pois toda mulher é poderosa se comparada aos frágeis homens que pensam possuí-la. E toda mulher me atrai. Seria um começo excessivamente genérico. Reformulo, portanto: Todo homem quer poder. Atenção engraçadinhos, eu disse PODER. […]

Não suporto ver uma mulher chorar

Roland Garros 2009: a australiana Jelena Dokic sente dores e abandona, em prantos, a partida contra Elena Dementieva, da Rússia. Estou comovido.

Minha avó e o Vasco

Quando a minha avó morreu, anos atrás, supus que diria algumas palavras durante o enterro. Imaginei que alguém da família me pediria algum depoimento bacana, dado que sou a eventuais poesias – junte uma personalidade cínica enclausurada num bom coração com as leituras certas na infância e você pode criar alguém que se acha escritor. […]

O sonho olímpico de todos nós…

…enfim realizado pelas nadadoras britânicas da modalidade maratona aquática, medalhistas de prata e bronze. Parabéns para elas!

Entrou água…

…nos sonhos olímpicos da equipe grega de pólo aquático feminino, derrotada pelas australianas. (E já escrevi sobre este belo esporte de contato, bem aqui.)

Entrou areia…

…nos sonhos olímpicos da dupla mexicana Candelas e Garcia (na foto acima).

O Ninho do Pássaro

Saudações olímpicas aos amigos do blog. Alguns de vocês podem não saber mas, entre as minhas várias formações, está a de arquiteto multitalentoso de construções de duplo sentido. Às vezes a modéstia me impede de dizer que aquele rapaz, meu discípulo Oscar Niemeyer, foi um dos parceiros de inesquecíveis noites empoeiradas do cerrado, época em […]

Eu acreditei

Saudações, deixem-me contar uma historinha, quase verídica. O ano era 1981. Precisamente dezembro daquele ano. O pequeno A. (não vamos citar nomes), torcedor do Flamengo desde a mais tenra das infâncias imemoriais, preparava-se para a grande decisão do mundial interclubes, em Tóquio. A campanha até ali tinha sido uma guerra. Batalhas épicas contra o timaço […]